Seja bem-vindo. Hoje é

sábado, 8 de outubro de 2011

QUADRILHA DE SP ESPECIALIZADA EM ROUBO A CAIXAS ELETRÔNICOS É PRESA NO CEARÁ. CONFIRA FOTOS DO BANDO.

Bandidos acabaram sendo presos depois de explodir um caixa eletrônico e trocar tiros com policiais do Ronda


Uma quadrilha de assaltantes paulistas, especializada na explosão de artefatos em caixas eletrônicos, foi capturada, ontem, nesta Capital, depois de atacar um quiosque de autoatendimento do Bradesco, localizado na esquina da Avenida José Bastos com a Rua Alexandre Baraúnas, no pátio externo do Centro de Hematologia e Hemoterapia do Ceará (Hemoce), no bairro Rodolfo Teófilo.
O ataque aconteceu por volta de 2h30 e a forte explosão dos artefatos plásticos destruiu o caixa eletrônico, além de acordar toda a vizinhança. O barulho da detonação pode ser ouvido a vários quilômetros de distância.
Mas, a ação rápida de policiais do Ronda do Quarteirão impediu que os criminosos tivessem êxito. A quadrilha acabou sendo capturada e o dinheiro roubado foi totalmente recuperado. Além disso, a Polícia apreendeu também as armas do bando e dois automóveis roubados.




Foram os policiais da patrulha RD-1014 os primeiros a chegar ao local do assalto, levados pelo barulho da explosão. "Estávamos na esquina das avenidas Jovita Feitosa e José Bastos quando ouvimos a explosão e logo acreditamos que poderia ser um caixa eletrônico que estaria sendo roubado", contou à Reportagem o soldado Mesquita, que formava a patrulha RD-1014 (Rodolfo Teófilo) com os colegas Falcão e Ivo.

Os PMs seguiram imediatamente para a Avenida José Bastos e quando se aproximavam do Hemoce se depararam com os assaltantes já iniciando a fuga e o caixa destruído.




Três dos criminosos conseguiram embarcar em um Fiesta Sedan branco e fugiram, em alta velocidade, em direção ao bairro Parangaba em meio a um cerrado tiroteio com os PMs.

Preso
O quarto bandido não conseguiu embarcar no carro dos comparsas e ficou no meio da avenida atirando contra a patrulha. Logo, ele foi perseguido e invadiu um estacionamento na Rua Capitão Francisco Pedro, onde terminou se entregando. Em poder dele havia uma pistola.




O cerco aos outros três criminosos foi sendo fechado com a chegada de várias viaturas do Ronda, Batalhão de Choque (Cotam) e da 5ª Companhia do 5º BPM (Centro), além de uma patrulha da CPMA (Companhia de Polícia do Meio Ambiente).

Novo tiroteio se estabeleceu, desta vez na Rua Belo Horizonte, já no bairro Pan-Americano, onde a Polícia localizou o restante da quadrilha. Percebendo que estavam cercados, os ladrões invadiram uma residência, mas acabaram presos. Dentro do carro, foram encontrados R$ 32,5 mil que havia sido roubado do caixa.




Identificação
Um dos criminosos foi baleado na troca de tiros com a PM sendo identificado como sendo o paulista Samuel Leandro Gomes, 30. Os demais acusados presos são, Márcio Silva Pimenta, apontado como chefe da quadrilha; Lúcio Bispo dos Santos, 37; e Morgan dos Santos Araújo, 36, todos paulistas e com extensa ficha de crimes. Todos estão detidos na Delegacia de Roubos e Furtos (DRF). Ainda durante a madrugada, o secretário da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Francisco Bezerra; e o comandante-geral da PM, coronel Werisleik Ponte Matias, acompanharam o desenrolar da operação que foi complementada pela Delegacia de Roubos e Furtos, Coordenadoria de Inteligência (Coin) e Coordenadoria de Operações Policiais (Copol) da SSPDS.

Numa casa de veraneio, situada na Praia do Cumbuco, em Caucaia, que servia de esconderijo para a quadrilha, foram encontrados mais explosivos e muita munição (DRF).

INVESTIGAÇÃO
Polícia já deteve 62 acusados de assaltos contra bancos
Os quatro bandidos capturados, ontem, após o ataque ao caixa eletrônico no Hemoce, são todos oriundos de cadeias paulistas e envolvidos em ataques a bancos naquele Estado. Segundo a Polícia, o grupo faz parte de uma organização criminosa bem maior, que começou a ser desarticulada na última terça-feira no Município de Itaitinga, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

O delegado Romério Moreira de Almeida, titular da Delegacia de Roubos e Furtos (DRF), explica que, somente nos últimos dois meses, 62 acusados de envolvimento em ataques a bancos e carros-fortes no Ceará foram presos. Várias quadrilhas foram desarticuladas graça ao trabalho integrado da Polícia Civil, PM e a Coordenadoria Integrada de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Quadrilhas
Já o secretário da Segurança Pública, coronel Francisco José Bezerra, afirmou que, em comparação aos demais Estados nordestinos, o Ceará apresenta índices de ataques a bancos e caixas eletrônicos bem menores que os demais. 
Ele citou a Bahia, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte e Pernambuco como Estados que têm contribuído com as operações conjuntas de combate ao crime. "Através de uma iniciativa nossa, convocamos os demais Estados que fazem divisa com o Ceará para juntarmos esforços e elaborarmos operações conjuntas, nas regiões de divisas. 
Isso tem permitido que as quadrilhas de outros lugares que aqui chegam, sejam rapidamente localizadas e capturadas. Este trabalho tem obtido sucesso graças a união das polícias Civil e Militar e o nosso Serviço de Inteligência. Compara a Inteligência na área da Segurança como o cérebro em uma cabeça. Sem a Inteligência não chegaríamos aos resultados que estamos obtendo no combate ao crime", advertiu Bezerra.
FONTE: DN
CAMOCIM POLÍCIA24HS
NOTÍCIAS DA GRANJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário