Seja bem-vindo. Hoje é

quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

POLICIAL REAGE E MATA ASSALTANTE.

A tentativa de assalto contra um inspetor da Polícia Civil ocorreu na Avenida Alberto Sá, no bairro Papicu.
Uma tentativa de assalto do tipo ´saidinha´ bancária contra um policial civil, durante a tarde de ontem, no bairro Papicu, terminou com um assaltante morto. O inspetor G. (identidade preservada), lotado no 9º DP (Vicente Pinzón), foi abordado quando chegava a uma agência lotérica, na Avenida Alberto Sá. Houve tiroteio Um dos ladrões morreu e o outro conseguiu fugir.
Após o fato, o policial civil se apresentou no 9º DP, prestou depoimento, e foi liberado. O inspetor contou que havia saído de uma agência do banco Itaú, situada na Avenida Washington Soares. Após deixar o banco, ele se dirigiu a uma lotérica com o objetivo de realizar um depósito. Durante o trajeto, suspeitou que estava sendo seguido por dois homens, mas a confirmação só veio quando ele parou seu veículo na agência.




Armado com um revólver de calibre 38, o assaltante, identificado posteriormente, como Diego Julião da Silva, 19, anunciou o roubo antes do policial descer do carro.
De acordo com o tenente PM Marcus Vinicius Uchoa, da 1ª Companhia do 8º BPM (Aldeota), ao perceber que se tratava de um policial, o assaltante passou a atirar contra a vítima. Os três disparos atingiram o painel do Fox preto do inspetor.

Reagiu
G. reagiu e acertou dois tiros no acusado, sendo um na coxa direita e outro no peito. Com receio de ser atingido pelo comparsa de Diego Silva, o policial civil desceu pela porta do passageiro e se refugiou atrás do veículo. Contudo, o segundo acusado fugiu de moto em direção a Avenida Dolor Barreira.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionada para o local, mas o assaltante já estava morto. Parentes do acusado estiveram no local e informaram aos policiais militares que ele morava no Conjunto Tasso Jereissati, no Tancredo Neves. Disseram também que ele já havia sido preso duas vezes por roubo.

O perito Luís Rodrigues, da Coordenadoria de Criminalística (CC), da Perícia Forense do Ceará (Pefoce), examinou o veículo do policial civil e o cadáver, confirmando apenas duas perfurações no corpo do assaltante.

Inspetores do 15º DP (Cidade 2000) iniciaram as investigações com o objetivo de localizar o comparsa de Diego. Além de policiais civis, patrulhas do Ronda do Quarteirão e do Policiamento Ostensivo Geral (POG), da 1ª Cia/8º BPM, realizaram diligências nos bairros Vicente Pinzón, Castelo Encantado, Praia do Futuro, Mucuripe e no Tancredo Neves, mas até a noite de ontem, o segundo acusado não havia sido capturado.

Fonte: DN
CAMOCIM POLÍCIA 24hs
NOTÍCIAS DA GRANJA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário